quarta-feira, 14 de setembro de 2011

O que nunca pensei escrever

A presença desse querer , em transparecer o que nunca vivi me desafia assim mesmo. Não vou tentar me caracterizar como um escritor experiente no que vou dizer, mas, experiente em tentar dizer.

A seca; as características; a sofridão; a falta. a mudança; deste sertão tão grande que fascinam as lentes fotográficas e que já compôs obras literárias. O calidão do silêncio que me envolve em pensamentos de outras epócas, tais essas, sem descrição e me coloca em derradeiro enxame de reflexões. E nas trilhas sonoras descaracterizadas, que fortalesse a ambição de me por um dia neste meio, por onde se encontra a paz que um dia perderei. Usarei-a de artíficio para o estopim de Minha Felicidade II.

3 comentários:

Um Pouco Sobre Isso disse...

Olá, Seu blog está ótimo, tudo de muita qualidade!
Estou seguindo, e sempre que possível volto para comentar.
Espero sua visita no Um Pouco Sobre Isso! Siga-nos!
www.umpoucosobreisso.blogspot.com

Tati disse...

Lindo texto...merece ser lido várias vezes, merece ser múltiplo como [des]equilíbrio necessário!

ઇઉ Thammy ઇઉ disse...

Olá, muito legal seu blog!
Seguindo, segue de volta e deixa seu comentário?
Bjs

http://odiariodaborboleta.blogspot.com/

Postar um comentário

 

Copyright © 2011-2012 Todos os direitos reservados Equilíbrio Necessário | by TNB