segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Me falta a vida sem você

Não sei a consequência que essa minha atitude inversa pode causar após o teu conhecimento, mas o que vêm dentro de mim é bem mais forte do que meu controle emocional. (Você) Me causa ausência do "sentir ", me põe à pensar pelo "o que?" estou passando diante do que sinto. E todas conclusões levam-me a acreditar que você não sente o mesmo que me passa.
Não sei se o que diz se relaciona com meu ser, mas coloco-me a pensar no que seria nós, juntos, a viver uma vida casual e não momentânea. E o que dizer numa hora dessas da sua beleza, que a cada dia me deixa mais enamorado. Te levo a pensar que isso é apenas parte de palavras já ditas. Sorte a minha que o medo de usá-las se foi em tempos distantes, cansa-te ouvir as mesmas. Ao reler o que quero transcrever , já não me cai em memória o que tinha a lhe dizer. Então vou propôr falar-te só um detalhe: se tudo não for em minha pessoa, diga-me e deixe que o uso desse meu encanto seja direcionado a uma nova paixão, se possível, nada mas.

2 comentários:

David Rodrigues disse...

Essência, título e texto. Talvez não seja eu a melhor pessoa pra comentar sua produção. acho todas boas demais. Parabéns compositor!

Millena Blogueira disse...

Belo texto!Primeira vez no seu blog...
A falta de alguém é sempre dolorosa e ruim, mas muitas vezes tem de ser superada.

Postar um comentário

 

Copyright © 2011-2012 Todos os direitos reservados Equilíbrio Necessário | by TNB